LAURA_ AkiÓ->DemonCrazy- Banheiro Químico, Hooyong, 2017, Coreia do Sul.

2017

Residencia / Ação / Performance

Performance resultado da residencia artistica de 30 dias,no  Hooyong arts Center/Nottle Teather, Wonju, Coreia do Sul. Artistas e perfomers de diferentes nacionalidades (Coreia do Sul, Vietnã, Mexico, Indonesia, Peru, Irã, Brasil e Japão) produziram seus trabalhos a partir de discussões sobre o tema norteador “Democracia no século 21”.

A performance que ocorreu dentro de um banheiro químico abandonado, espelhava o desconforto,asfixia e estranheza, inerentes ao espaço, com a crise política e econômica que o Brasil atualmente enfrenta.

Questionando nossa democracia suportada por uma política capitalista neoliberal, a artista sugere a mudança desse tipo de governo. Se apropriando do aspecto simbólico de alguns elementos, como a pipoca – que na religião Umbandista simboliza a transformação; o pentagrama – relacionado com a filosofia do Hermetismo; e a vassoura de palha, que na cultura ocidental é associada aos rituais pagãos e na cultura coreana à figura mitológica do Dokkaebi, cria-se um ritual, onde é proposto a transformação de “DemonCrazy”.

LAURA_AkiÓ-> , nâo só renova o aspecto simbólico de antigos elementos sagrados, como também gera um novo significado para a bebida tradicional sul-coreana Makgeolli. Em sua performance a bebida se torna o “Holly Makgeolli”, uma analogia a água na religião cristã, que representa a redenção do mundo, da vida, a continuidade e a ressurreição.

O deslocamento, da figura, entre a residencia artística- Hooyong arts Center, e as ruas da cidade, foi filmado a partir de um sistema inventado pela artista que se assemelha aos registros obtidos por uma Gopro. Graças a esse sistema de filmagem acoplado em seu chapéu, foi possível o registro, não só da coleta de garrafas de Makgeolli descartadas , mas também a reação e a relação dos pedestres ao se depararem com sua figura.

Esta ação, acaba assumindo um caráter performativo, que a partir dos registros feitos, revela olhares indagados, assustados, curiosos, alegres e duvidosos.